logo


Terceiro Setor

Em virtude do poder público no Brasil não conseguir suprir todas as necessidades da sua população, as entidades do Terceiro Setor cumprem um papel fundamental no atendimento às dificuldades do cidadão brasileiro. Essas entidades, mesmo com escassos recursos, encontram-se em forte crescimento. Objetivando a manutenção de suas atividades, as entidades do Terceiro Setor devem buscar subsídios para conseguirem sobreviver no cumprimento de seus objetivos.

A profissionalização das equipes, membros e participantes do Terceiro Setor, se faz urgente e necessária, o que ocorre também, com a Contabilidade dessas entidades. Com os novos adventos e exigências na forma de prestação de contas, principalmente para as EBAS – Entidades Beneficentes de Assistência Social (Lei 12.101/2009) os profissionais de contabilidade ligados a essas entidades, estão obrigados a buscar atualizações e conhecimentos específicos, tanto na forma de realizar os registros, como de apresentar as demonstrações financeiras dentro das novas exigências. A Wise Contabilidade conta com uma equipe de profissionais qualificados, com a experiência e o conhecimento necessários para o atendimento às entidades de Terceiro Setor.

  • LEGISLAÇÃO

    ASSISTÊNCIA SOCIAL

    Constituição Federal – Artigos 203 e 204:

    Lei 8.742/1993 – LOAS – Lei Orgânica da Assistência Social

    Decreto 6.308/2007 – Entidades e organizações de assistência social:

    Lei 12.101/2009 – Dispõe sobre a certificação das entidades beneficentes de assistência social – EBAS

    Decreto 7.237/2010 – Regulamenta a Lei no 12.101, de 27 de novembro de 2009, para dispor sobre o processo de certificação das entidades beneficentes de assistência social para obtenção da isenção das contribuições para a seguridade social, e dá outras providências.

  • NORMAS CONTÁBEIS PARA O TERCEIRO SETOR

    NORMAS CONTÁBEIS PARA O TERCEIRO SETOR

    Resolução 1409/2012 – Entidades sem finalidades de lucros – Esta Interpretação estabelece critérios e procedimentos específicos de avaliação, de reconhecimento das transações e variações patrimoniais, de estruturação das demonstrações contábeis e as informações mínimas a serem divulgadas em notas explicativas de entidade sem finalidade de lucros.

 


loading